Arte e Cultura

Richard Avedon

By  | 

A carreira de Richard Avedon

Richard Avedon iniciou sua carreira como fotógrafo no ano de 1942, durante a Segunda Guerra Mundial. Na época ele estava servindo as forças armadas realizando retratos e identificação dos tripulantes. Aos poucos, Avedon foi adquirindo conhecimentos técnicos e começou a desenvolver um estilo dinâmico. Após alguns anos, ele deixou a Marinha e dedicou seu trabalho a fotografia de moda.

Com o final da guerra em 1945, Richard Avedon montou seu próprio estúdio e passou a trabalhar como freelancer para inúmeras revistas como: Life, Harper’s Bazaar e Vogue. Também fez peças publicitárias para marcas famosas como Versace e Calvin Klein. Nesse período ele desenvolveu uma abordagem original, pois as modelos eram colocadas em ação, atuando e sorrindo, ao invés de se manterem tão estáticas. Esse foi um ponto significativo para a mudança do ambiente da fotografia de moda.

Richard Avedon 2

Além das fotos em estúdio, ele também fotografava as modelos nas ruas, em casas noturnas, arenas de circo e em outros lugares um tanto incomuns. Uma coisa que o fascinava na fotografia de moda era a capacidade da fotografia de sugerir a personalidade de seus modelos. 

Richard Avedon 3

Avedon era muito versátil, por conta disso, conseguiu registrar momentos de conflitos como o movimento dos direitos civis no Sul dos EUA e a Guerra do Vietnã, onde fotografou estudantes, artistas, ativistas contraculturais e as vítimas da guerra, tanto nos EUA como no país asiático.

Richard Avedon 2

Um pouco mais a frente, em 1976, ele produziu para a revista Rolling Stone um ensaio chamado The Family, um retrato da “power elite” que comandava os EUA na época. O grupo de “modelos” foi composto por 69 banqueiros, políticos e líderes sindicais. As fotos foram feitas sem nenhuma intervenção de Avedon, pois a ideia era deixar cada um escolher as roupas e a pose que mais lhe agradasse.

Richard Avedon 4

Já nos anos 1980, Richard Avedon iniciou um trabalho que se tornou sua obra prima. In the American West (1985), retratou a classe trabalhadora aparentemente de forma minimalista, ele enfatizou que os retratos não deveriam ser considerados simples registros de pessoas, mas sim “o momento, uma emoção ou um fato que se transforma em uma fotografia já não é um fato, mas uma opinião”.

Gostou de saber um pouco sobre a obra de Richard Avedon? Deixe seu comentário e aproveite para conhecer o trabalho de outros fotógrafos influentes do século XX.